Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

06
Jul 07

Há um sentimento tão completo em conseguirmos atingir as metas a que nos propomos. É como uma lufada de ar fresco que nos penetra a pele e nos preenche por dentro. Um misto de orgulho, de sentido de dever cumprido, de descanso... e de felicidade.

Com um ano de curso concluído em 1ª fase sinto-me um pouco mais eu, sinto recompensado todo o esforço de um ano de muito trabalho.

Aprendi muita coisa, fiz bons amigos e, sobretudo, vivi intensamente grandes momentos. Momentos melhores e outros menos bons. Mas foram exactamente os maus momentos, que clarificaram a grandiosidade dos bons. Foram também neles que se revelaram os grandes e os verdadeiros amigos...

Óptimos momentos de sincera amizade e preocupação, divertidos momentos de festa e descontracção, muitas risadas à mistura, ...

E nos maus momentos a importância da união: apoiámo-nos sempre uns aos outros, estivémos sempre lá uns para os outros, com palavras, com gestos ou mesmo no silêncio dos olhares...

Agora sinto-me livre e felicíssima por poder gozar umas merecidas férias.

Sinto-me mais segura e confiante, tal pássaro capaz de levantar asas e voar até à mais alta das nuvens em busca do mais ambicioso dos sonhos... Capaz de poder sentir nos lábios o doce sabor do sucesso e a magia do poder da amizade...

publicado por Vânia Caldeira às 01:59

08
Jan 07

Hoje olhei para ti de maneira diferente... Ou olhei para ti da mesma maneira, mas vi algo diferente. Um brilho especial no teu olhar revelou-me uma mensagem que tenho detido oculta, da qual não me tenho apercebido. Há um sentimento por detrás desse olhar. Como é que eu não percebi antes?

Com as banalidades do dia a dia, com a ausência de tempo, com o estudo, com o ritmo alucinante e com tudo o resto, muitas vezes não reparamos no que está ali, à nossa frente. E às vezes, quando o conseguimos ver... é, infelizmente, tarde de mais.

Não acho que seja tarde. Acho que vi a magia no teu olhar a tempo... talvez a tempo de me deixar contagiar, talvez a tempo de te deixar contagiar-me. Com o teu ar discreto, sensato, calmo, mas, indiscutivelmente, lindo... tens-me trazido enganada, cega. E agora abri os olhos e vi os teus, que há muito não largam o verde dos meus.

Agora tudo faz sentido, agora tudo é muito mais fácil de compreender. Cada doce palavra tua, cada gesto de reconforto e de incentivo, os teus inúmeros e inacabados esforços para me agradar, os olhares, por vezes, ligeiramente raiados de ciúmes que lançavas... Tudo, agora, é por demais óbvio... e doce. Como é bom saber agora o que sei. Saber que os meus olhos encontram correspondência nos teus e que as nossas mãos, se tocam bem mais perto, algures nos sonhos, do que poderia alguma vez imaginar.

Do mundo dos sonhos, um beijo enorme

publicado por Vânia Caldeira às 22:31
sinto-me:
tags: ,

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

AS ASAS DO SONHO

UM OLHAR

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO