Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

07
Jul 08

 

Gosto de certezas... garantias estáveis que nos dêem algum sentido adicional à vida. A amizade é, sem dúvida, uma dessas certezas que pintam a nossa vida com os tons da felicidade.

É delicioso ter amigos, verdadeiros amigos. Amigos como todos os bons amigos deveriam ser: sinceros e honestos, dedicados e presentes, autênticos e divertidos.

Essa aclamada prática da amizade surge, a cada momento, numa gargalhada entusiasmada, num gesto de carinho ou numa palavra de conforto. Mas, sobretudo, o melhor nessa coisa da amizade são as necessárias certezas. A certeza de que os verdadeiros amigos estarão lá (onde quer que isso seja) quando eu mais precisar e apesar das nossas inevitáveis diferenças. Saber que tanto estão lá para ir à praia, às compras ou para a "night", como estão lá se eu precisar de chorar, desabafar, de um abraço apertado ou de um olhar de compreensão. Da mesma forma que eu estarei lá para eles. Hoje e sempre. Porque os adoro, porque são únicos e especiais, porque são parte indissociável da minha existência.

São os meus amigos que delimitam um espaço especial em mim, o da realização plena das minhas capacidades e daquilo que sou, esse espaço onde sei que acreditam em mim e onde sei que posso confiar inteiramente neles. Porque entre amigos não há medos, vergonhas ou orgulhos. Há segurança, humildade e autenticidade. Entre os meus amigos nasce e vive, a cada momento, o melhor de mim.

Obrigada por me darem a certeza de que, mesmo daqui a 10, 20 ou 30 anos, e por mais que com o passar dos anos as relações e as nossas vidas se alterem, vocês estarão lá. Poucos, mas bons. Os de ontem e os de hoje mas, sobretudo, os de amanhã. Os melhores. Os meus. Obrigada verdadeiros amigos.

publicado por Vânia Caldeira às 09:01
tags: , ,

essas palavras reproduzem totalmente o que sinto em relação aos verdadeiros amigos. Como tu. O sábado foi nesse aspecto muito esclarecedor, apesar de serem certezas que em relação a ti já tenho há muito.
É bom sentir-nos assim com os verdadeiros amigos. Porque amigos da "bubadeira" há muitos, mas amigos para as piores alturas de sempre, só alguns, e tu és uma delas.
beijinhos
coisasquetais a 7 de Julho de 2008 às 13:34

Olá. só hoje visitei este blog. Continuarei a passear por aqui.

Parabéns pela definição. è isso mesmo. A familía não podemos escolher, mas os nossos amigos, esses sim, e são verdadeiros quando são assim, como os descreves.

Foi um prazerpassar passar por aqui. tenha um bom dia.
Pindel (Uma mulher)
pindel a 10 de Julho de 2008 às 10:26

Obrigada. Será também para mim um prazer continuar a recebê-la no meu blog. Beijinho*

Otimas suas poesias...adorei
Luca Neves a 10 de Julho de 2008 às 13:05

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO