Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

22
Mar 08


Estás longe mas, simultaneamente, tão perto. Nesta noite fria, em que o duro vento bate nas janelas as suas mágoas e a sua revolta, procuro imaginar-te. Olho o meu quarto, a minha cama, a minha estante, o meu roupeiro, as minhas coisas... E imagino-te, algures num outro quarto, de decoração bem distinta, com a tua cama, as tuas coisas... Penso que aí talvez esteja mais frio e que a humidade não te dê tréguas.
Estás a muitos quilómetros de distância, mas crio no meu pensamento a tua imagem, uma imagem tão fiel, tão presente, como se estivesses apenas a escassos metros, num quarto contíguo ao meu, bem aqui ao lado.
O telemóvel anuncia a chegada de notícias tuas e tento construir na minha mente o momento em que as escreveste. Pinto esse momento em que te lembraste de mim. Momento em que decidiste que não me deixarias esquecer-me de ti. Não hoje. Mas eu não me esquecera...
Sinto-te tão presente como o vendaval que teima em abordar a minha janela, tão perto como os lençóis que cobrem o frio do meu corpo, tão meu quanto este quarto e estas coisas.
Agora vou entregar-me ao mundo dos sonhos, universo maravilhoso esse, onde espero encontrar-te... Até já.
publicado por Vânia Caldeira às 23:55
tags: ,

Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
19
21

23
25
26
27
29

30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO