Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

07
Nov 07

 

Não sei...

Estou nesta encruzilhada e, simplesmente, não sei...

Às vezes quero, noutras não.

Por vezes sinto, mas sem razão.

Perdida, sem rumo, vou avançando...

o caminho é incerto, o piso traiçoeiro.

 

Quando parecia saber caminhar

Chegas para mostrar que afinal não...

Quando queria poder parar,

A única coisa a parar é o meu coração.

 

Ao fim deste tempo, voltaste

E trouxeste contigo a bagagem das memórias

Velhas e novas histórias

Nem tão velhas, nem tão novas

Mas histórias minhas, tuas... nossas

 

Contigo voltou tudo

Tudo o que para trás eu deixara.

Voltou a dúvida e o arrepio...

 

Só uma coisa ficou por vir: a certeza.

Queria saber, queria ter certezas...

Mas que graça teria se as tivesse???

 

Volto a dar um passo em frente.

Não sei se estou certa, se estou errada...

Mas há uma vontade, um desejo que me impele

a perder os medos, seguir em frente e deixar-me perder...

 

Mas não sei...

publicado por Vânia Caldeira às 01:05
tags:

Segue o coração... A cabeça tende a criar barreiras onde não é suposto estarem.
André a 13 de Novembro de 2007 às 02:50

poema brutal. é teu? espreita o meu blog. sim eu fiz um blog.lol
http://coisasquetais.blogs.sapo.pt

beijinhos
Carolina
coisasquetais a 13 de Novembro de 2007 às 03:28

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO