Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

27
Mai 07

É impressionante como os hábitos nos preenchem. Inicialmente representam uma felicidade aparente, mas acabam por prender-nos a uma comodidade mordaz. E essa comodidade aprisiona-nos no medo de mudar. Porque só sabemos fazer as coisas de uma forma.

Porque tudo o que faço tem sempre uma ordem habitual, um local habitual, companhia habitual, ... Claro que tenho os meus devaneios. Uma vez por outra gosto de cometer uma loucura, de não pensar, de fazer na mesma... Gosto de quebrar a rotina, de provar a esses hábitos que eles não me dominam. E e óptimo sentir a liberdade nos lábios nesses momentos.

Mas, apesar da intensidade desses voos, nada há de melhor do que sentir o chão firme. Ter segurança, ter certezas,... E, quando menos esperamos, dum momento para o outro, a nossa vida muda radicalmente.

Não pedi que ela mudasse assim, nada fiz para que acontecesse... E da mesma forma, nada posso fazer para o impedir. É difícil mudar, é difícil perder os hábitos que adquiri ao longo dos anos. Mas é inevitável. Opor-me a esta mudança, criticá-la seria uma clara demonstração de egoísmo. Por isso confiro-me ao silêncio e procuro a forma de não pensar nisso, muitas vezes em vão.

Hoje é o último dia. As coisas vão mudar.

Quantas vezes me irá o hábito enganar daqui em diante?

Quantas vezes me irei enganar no trajecto para ir almoçar, quantas vezes ligarei para o número errado, quantas vezes falarei em coisas que não existem mais.

Dizem que nunca é tarde para mudar. Eu acho que é demasiado cedo.

"It's a new beginning" tal como no Apocalyto do Mel Gibson...

Não estou pronta, mas também nunca o estaria.

Vou tentar não pensar nisso, mesmo que em vão.

E esperar que o Sporting sempre vença a Taça.

publicado por Vânia Caldeira às 11:22
tags:

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO