Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

25
Jan 07

Amo-te quando em largo, alto e profundo
Minha alma alcança quando, transportada
Sente, alongando os olhos deste mundo
Os fins do ser, a graça entressonhada.

Amo-te em cada dia, hora e segundo:
à luz do sol, na noite sossegada.
E é tão pura a paixão de que me inundo
Quanto o pudor dos que não podem nada.

Amo-te com o doer das velhas penas,
Com sorrisos, com lágrimas de prece,
e a fé da minha infância, ingénua e forte.

Amo-te até nas coisas mais pequenas.
Por toda a vida. E assim Deus o quisesse,
Ainda mais te amarei depois da morte.

Elizabeth Barrett Browning

publicado por Vânia Caldeira às 23:12
tags: ,

Escreves uns textos muito bonitos, típicos de quem está apaixonado. E bons para quem está apaixonado:) Eu gosto de lê-los;) Continua a escrever assim...
PS: Se quiseres passa também no nosso blog...
NOS a 26 de Janeiro de 2007 às 09:37

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19

23
24
26
27

29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO