Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

14
Set 07

 

Numa noite parece que Luis Felipe Scolari passou de bestial a besta... Incompreensivelmente!

Eu estava em Alvalade a ver o jogo. Não foi das melhores exibições da equipa, nem de longe, nem de perto. Depois do golo precoce exigia-se um esforço acrescido, não para manter o resultado ao longo de todo o jogo, mas para garantir um 2.º golo e um domínio do adversário. Em vários momentos a equipa portuguesa adormeceu, deixou-se levar, facilitou... Quaresma e Moutinho devia ter entrado mais cedo... E porque a nossa sina é, além de sofrer incondicionalmente, ter azar: mais um golo irregular, mais um erro de arbitragem. Como disse Scolari, curiosamente estes erros, estas falhas, estas injustiças ocorrem sempre com os mesmos, sempre em Portugal!

 

No fim: o culminar de todas as emoções acumuladas ao longo do jogo. Ao sentimento de fracasso juntou-se o de injustiça. Quem estava no estádio viu, repentinamente, um grande aparato, uma enorme confusão, sinónimo indubitável de problemas! Mas quem estava no estádio também viu os jogadores adversários provocarem, não só os nossos jogadores e seleccionador, como o próprio público com gestos repletos de gozo, ironia e vazios de qualquer tipo de respeito ou fair play.

 

Um homem deu a cara por um país: Scolari. Não será certamente a primeira vez que isso acontece. A situação torna-se mais impressionante quando esse homem defende exaltado um país que não o seu! Scolari afirma ter partido em defesa de Quaresma. Parece-me bem que ele defenda os seus jogadores. A atitude não foi bonita, nem louvável, enquanto tentativa de agressão desprovida de fair play. No entanto, Scolari apenas não teve o mesmo fair play que também falou aos sérvios: logo, nada de chocante!

Após repetidas observações às imagens chego sempre à mesma conclusão: Scolari tenta efectivamente "tapear" (como o próprio assume) o jogador da Sérvia; Scolari não defende Quaresma com a sua atitude... Scolari defende sim um país que não é o seu, mas cujas cores adoptou, cujas lágrimas tornou suas, cujas alegrias proporcionou. Naquele gesto irreflectido, Scolari defende o orgulho de um país de uma forma totalmente descontrolada, louca, gesto resultante da mágoa e da irritação de um país com tudo para voar, não fossem as asas serem constantemente cortadas...

 

Zidane poderia ter sido o melhor jogador do mundial, não fosse aquele gesto (tão irreflectido como o de Scolari) em que dá uma cabeçada a Matterazzi. Chocante a atitude de Zidade? Sem dúvida que se esperava dele uma maior frieza, reflexão, maturidade... mas com o calor das emoções tudo pode mesmo acontecer: e o menos bonito aconteceu! Não me pareceu excessivamente chocante o gesto e sobretudo não me pareceu totalmente inesperado! Chocante é ele ter sido mesmo considerado o melhor jogador do Mundial. Chocante é o assunto ter sido silenciosamente esquecido, com uma amnésia muito curiosa e selectiva, a amnésia apenas permitida aos grandes, aos poderosos... e sobretudo aos não-portugueses! Chocante é Cristiano Ronaldo não ter sido considerado o melhor jogador jovem, por falta de fair play... Chocante é que a medida não seja igual para todos e que uns possam agir emocionalmente, descontroladamente... e outros não!

 

Mas tudo isso é normal! Estamos habituados a isso como portugueses! E por isso mesmo, o mais chocante de tudo é que de um momento para o outro tenham surgido tantas pessoas ofendidas, sensibilizadas, assustadas e chocadas com o caso, prontas a crucificar Scolari! Motivo (daquelas que dão a cara nas televisões, das conhecidas de todos): umas têm apenas que dizer qualquer coisa (lembro-me de um comentador da SIC, de ética duvidosa e sentido de imparcialidade inexistente para sequer poder comentar os outros), outros querem mesmo apoderar-se do lugar do seleccionador (recordo-me de um indivíduo, que tem aparecido na TV apenas para dizer mal de Scolari e a quem daria imenso jeito ter de novo lugar na selecção)... O público em geral padece da doença típica do nosso povo: somos mais duros com os nossos do que com os outros. A prova: o caso McCann, em que só tardiamente a maioria de nós (grupo em que me incluo) começou a duvidar e a abrir os olhos...

 

Quem esteve no estádio viu um gesto irreflectido, inacreditável, chocante,...

Eu vi o estádio mais bonito de sempre! O Estádio de Alvalade (por si só magnífico) repleto de tons de verde e vermelho, repleto de adeptos desde bem cedo, trajados a rigor, ostentando com orgulho desmedido tops, camisolas, lenços, cachecóis, bandeiras,... Ostentando as cores nacionais bem alto, cantando o hino com sentimento, vibrando com a selecção e com o país.

 

Eu vi o homem que uniu um país em torno do futebol e do próprio país! Eu vi um brasileiro ser capaz de sofrer como português, de perder e ganhar como português e de encher não apenas estádios, mas ruas, casas, carros, barcos, motos, cafés... com as cores nacionais.

 

E no jogo esse mesmo homem passou-se e partiu em defesa de um país! Que não o dele... mas o NOSSO!

 

Perante tudo isto, perante o seu incontestável trabalho na selecção, perante o seu enorme carácter e perante o seu coração do tamanho do mundo... a atitude tomada no jogo não provou que Scolari é um treinador menos capaz, um líder menos eficiente, como muitos querem fazer crer. Provou sim, que Scolari sofre mesmo com os nossos jogadores, com a nossa selecção, com o nosso país... Provou que as emoções fortes falaram mais alto e ocultaram a razão. Provou que Scolari é mais português e, por isso, o melhor para dar a cara pelo nosso país.

Scolari conseguiu (como nenhum outro português) unir um povo. Tem todo o meu reconhecimento e o meu agradecimento. Se para unir um povo, for preciso dar a cara por ele, sair em defesa dele, sujeitar-se a eventuais consequências e se para tudo isso, ele sempre teve coragem... qualquer "tapa" (que não chegou a existir) vale a pena!

 

Obrigada Scolari!!!

 

 

publicado por Vânia Caldeira às 12:43

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO