Para sonhadores... Deixem-se levar... O blog mudou de cores, mas os sonhos são os mesmos...

13
Ago 06

"E assumida a sua condição de homem comum reduzido aos raros voos de perdiz de uma poesia ocasional, sem a corcunda da imortalidade agarrada às costas, sentia-se livre para sofrer sem originalidade e dispensado de rodear os seus silêncios da muralha da taciturna inteligência que associava ao génio."

in Memória de Elefante

António Lobo Antunes

publicado por Vânia Caldeira às 18:11
sinto-me:
tags:

Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

15
16
17
19

21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO